Skip to main content

Kanban, controle e racionalização de suprimentos nos canteiros de obras.

Metodologia de gestão visual e controle de materiais precisa e simples, permite o controle visual da posição de estoque de qualquer item e a qualquer momento.

Indaiatuba, SP – 21 de julho de 2017, Racionalizar o ressuprimento do estoque e facilitar seu controle de maneira rápida e à vista, evitando a falta de materiais para a execução de atividades, estoques excessivos e desnecessários e diminuir o risco eventual de pedidos emergenciais que podem prejudicar o resultado financeiro da obra, são os principais objetivos da adoção do Kanban nos canteiros de obras da Iben Engenharia.

Segundo o eng. Evaldo Rosa, responsável pelo empreendimento Alto Rio Preto Residencial em São José do Rio Preto/SP, “Canteiros de obra exigem uma grande diversidade de materiais e em nossa gestão com a metodologia Kanban, foram escolhidos alguns itens estratégicos com fundamental importância na execução dos serviços e demandas flutuante de uso, demandas estas que tem sua variação de acordo com a etapa e andamento físico da obra. ”

Classificação dos itens baseados em sua demanda flutuante:

  • Pregos, Arames e Espaçadores de Armação
    Alta demanda durante a execução da Estrutura
  • Argamassa de assentamento e Tela Galvanizada
    Alta demanda durante execução da Alvenaria
  • Argamassa de Múltiplo Uso, Argamassa para Contrapiso
    Alta demanda durante a execução do Revestimento Interno

O quadro utilizado pela IBEN, foi elaborado para reunir o controle do estoque e o controle de armazenamento dos materiais, informando a maneira adequada de acondicionamento e estoque de cada material utilizado pela obra, mediante a definição da quantidade considerada “lote de armazenamento” e “lote mínimo de estoque” para cada item, o que pode variar de acordo com a demanda, forma de armazenamento e prazo de reposição (compra e entrega).

A identificação dos itens é feita através do armazenamento em baias ou prateleiras e com o uso de fichas/cartões com a cor correspondente a este lote sendo:

  • Ficha / Cartão verde – Indica lote de estoque com folga
  • Ficha / Cartão amarelo – Indica lote de estoque de atenção (necessário fazer requisição para ressuprimento)
  • Ficha / Cartão vermelho – Indica lote de estoque mínimo para uso.

Quando o lote do material é solicitado e liberado, o cartão/ficha que fica em seu local de armazenamento é retirado e inserido no quadro no seu respectivo campo, indicando a situação do lote, garantindo a gestão à vista. O material pode ter vários “lotes verdes” e mais de 1 lote amarelo, de acordo com o prazo de ressuprimento e de validade de cada material, porém, o “lote vermelho” deve ter seu uso evitado pela gestão.

É necessária atenção do controlador dos materiais para o prazo de validade dos produtos, ou seja, sempre liberar o material que é entregue primeiro para evitar perdas por vencimento de acordo com o método PEPS (Primeiro que Entra é o Primeiro que Sai), contribuindo assim para a economia média de 4% no gerenciamento de uma obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *